Vidroplano
Vidroplano

O vidro é progresso

15/05/2017 - 18h04

o são apenas as metrópoles São Paulo e Rio de Janeiro que possuem arquitetura marcada pelo vidro. Nosso material faz a cabeça dos arquitetos e engenheiros de todas as regiões brasileiras, levando conforto térmico, segurança e beleza estética aos projetos. Não acredita? Levantamos exemplos de edifícios comerciais, residências e obras públicas nos cinco cantos do País.

No Norte, confira um shopping center em Manaus e a sede de um órgão estadual em Palmas. O Nordeste tem como destaque um terminal de passageiros em Salvador, além de uma bela casa em Maceió. A capital federal Brasília não poderia deixar de entrar na lista, assim como Estados do Centro-Oeste, incluindo Goiás, com um prédio de escritórios, e Mato Grosso do Sul, com uma fachada residencial diferenciada. No Sudeste, encontramos um charmoso edifício de negócios em Vila Velha (ES). No Sul, um prédio residencial em Porto Alegre chama a atenção dos pedestres.

Conheça a seguir mais detalhes sobre o vidro espalhado pelo Brasil.

 

NORDESTE
Deixa o Sol entrar
Casa H09 (1)
Casa H09

Local: Maceió
Projeto: Fagá Arquitetura
Conclusão: 2015

A obra
Localizada em um condomínio residencial, o projeto de Rodrigo Fagá tem linhas retas com design contemporâneo. São quatro pavimentos, incluindo subsolo, com um pé-direito de 9 m de altura.

Os vidros
O fechamento da fachada (foto) é o destaque visual da casa. Feito de laminados 10 mm transparentes e encaixilhados, permite total interação com o exterior, brincando com a questão da privacidade, além de garantir a segurança. O sistema de pele de vidro com coluna estrutural é da Alcoa. Mais informações: www.alcoa.com/brasil e rodrigofaga.com.br

Vista para as águas
Porto SalvadorTerminal de Passageiros do Porto de Salvador
Local: Salvador
Projeto: Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF)
Conclusão: 2016

A obra
Um dos mais importantes terminais portuários de cruzeiros do País, passou por revitalização nos últimos anos. Possui mais de 7.600 m² de área, divididos em três pavimentos.

Os vidros
As fachadas inclinadas (foto), criadas pela Avec Design e executadas pela Iguatemi Vidros, têm placas de low-e verde 12 mm (6+6 mm). A instalação contou com 5 mil m² de estrutura metálica revestida pela tecnologia Ecoglazing, que consiste na aplicação do vidro encapsulado em silicone — as peças ganham um perfil de borracha, de silicone extrudado de alta consistência, ao redor de todas as bordas. Isso garante estanqueidade e robustez à estrutura. Mais informações: www.avec.com.br, www.fmlf.salvador.ba.gov.br e www.vidrosiguatemi.com.br

 

CENTRO-OESTE

Negócios ensolarados
Prime TamandaréThe Prime Tamandaré Office
Local: Goiânia
Projeto: Königsberger Vannucchi
Conclusão: 2013

A obra
Localizado em um centro comercial da capital goiana, o The Prime se destaca visualmente por suas formas “recortadas”: a volumetria do edifício muda conforme as dimensões dos pavimentos — os andares mais altos são menos largos do que os mais baixos. Ao todo, é formado por 23 andares e 305 salas comerciais.

Os vidros
Foram aplicados na fachada (foto) insulados feitos de laminados (com placas de controle solar prata), de 8 mm de espessura, processados pela GlassecViracon. A escolha pelo material foi essencial para garantir o equilíbrio da entrada de luz, oferecendo proteção aos usuários em relação ao forte calor da região Centro-Oeste. Mais informações: www.glassecviracon.com.br e www.kvarch.com

Vidros na capital
Residencia D e P (1)Residência D&P
Local: Brasília
Projeto: Atelier Paralelo
Conclusão: 2013

A obra
Pensada a partir da inclinação do terreno, é uma obra sem muros, mas com usos distintos e escalas diferentes para os ambientes — incluindo a variação no pé-direito e as aberturas que permitem iluminação.

Os vidros
Principal elemento da fachada (foto) principal, os temperados 8 mm da Blindex, instalados pela Vidraçaria São Geraldo, foram escolhidos por terem menos interferência no aspecto estético das esquadrias, formadas por perfis com pouca espessura. Os vidros estão ainda nos quartos, onde não há insolação direta, e atrás dos cobogós (parede vazada existente no local). Mais informações: www.atelierparalelo.com, www.blindex.com.br e (27) 3268-1212 (Vidraçaria São Geraldo)

 

Casa moderna do Cerrado
Casa MaCa (1)Casa MaCa
Local: Dourados (MS)
Projeto: Studio Jordano Valota
Conclusão: 2015

A obra
O ponto de partida do projeto era valorizar a convivência familiar por meio da integração entre espaços. O destaque é o hall de entrada com pé-direito duplo, que é inundado pela luz natural que entra a partir da escada e da fachada envidraçada.

Os vidros
Para garantir a segurança da residência, aplicaram-se na fachada (foto) laminados de temperados com 10 mm de espessura com PVB na cor branca leitosa, fornecidos pela Vidraçaria Glassbox. Os perfis, na cor preta, são da linha Infinite, fabricados pela Vicom. Mais informações: www.glassbox.com.br, www.linhainfinite.com e www.studiojordanovalota.com.br

 

SUDESTE
Azul da cor do mar
MubadallaMubadalla Office
Local: Vila Velha (ES)
Projeto: Arkteto
Conclusão: 2016

A obra
Localizado na renomada Praia da Costa, o projeto de Kennedy Viana, do escritório Arkteto, compreende um moderno complexo de escritórios — são 175 salas comerciais. Seu formato diferenciado, com fachadas arredondadas e alongadas, permite ao prédio ter quatro coberturas com terraço.

Os vidros
Os quatro lados das fachadas (foto) do edifício ganharam revestimento de Cool Lite KBT, da Cebrace, processado pela Viminas. Ao todo, são mais de 3 mil m² do material. Com propriedades de controle solar, o vidro foi escolhido por causa da grande incidência solar anual da região. Além disso, sua tonalidade azul oferece o aspecto estético desejado pelo arquiteto. Mais informações: (27) 3205-8484 (Arkteto), www.cebrace.com.br e www.viminas.com.br

 

NORTE
Cultura amazônica
Manauara Shopping Manaus - AM BrasilManauara Shopping
Local: Manaus
Projeto: Sonae Sierra Brasil
Conclusão: 2009

A obra
O arquiteto José Quintela da Fonseca criou um tributo à cultura amazônica, levando como temas a fauna, flora e demais símbolos do Estado. O encontro das águas dos rios Negro e Solimões, por exemplo, inspirou a logomarca do espaço. O artesanato de tribos indígenas está representado nos grafismos da fachada e dos pisos.

Os vidros
A tranparência das fachadas frontais (foto) e traseiras do shopping fazem com que as cores da decoração interna se misturem ao ambiente externo. Os laminados refletivos 12 mm foram instalados com a técnica pele de vidro, com caixilhos de alumínio. As placas do material possuem 1,97 m de largura por 1,48 m de altura. Mais informações: www.sonaesierra.com.br

 

Ensino transparente
Cetec (2)Centro de Educação e Tecnologia de Palmas (Cetec)
Local: Palmas
Projeto de engenharia: Hidrosolver e engenheiro civil Clerson Dalvani Reis
Conclusão: 2016

A obra
Conta com cinco pavimentos e capacidade de atendimento de 1.500 alunos por dia. Abriga espaços como laboratórios, oficinas e outros ambientes didáticos.

Os vidros
As placas laminadas refletivas 4+4 mm das fachadas (foto) foram fixadas pelo método structural glazing (são mais de 2 mil m² de área). O material garante segurança aos alunos e também conforto térmico, além de estar esteticamente integrado ao revestimento com chapas cinza de alumínio composto presente nas fachadas. Mais informações: (63) 3225-3972 (Hidrosolver)

 

SUL
A rua dentro de casa
Kiev 104 (2)Kiev 104
Local: Porto Alegre
Projeto: Arquitetura Nacional
Conclusão: 2016

A obra
O nome do projeto faz referência a seu endereço: Rua Kiev, número 104. Esse edifício de cinco andares, com um apartamento por pavimento, usa esquadrias gigantes na fachada, conceito que vem da ideia de criar uma conexão entre o interior e o ambiente externo, marcado por árvores e jardins.

Os vidros
As fachadas de cada apartamento (foto) possuem esquadrias com três folhas de correr sequenciais. Os perfis (modelo S.55, da linha Infinite, fabricado pela Vicom) têm no total 9,2 m de comprimento por 2,4 m de altura. Laminados de Cool Lite, vidro de controle solar da Cebrace, oferecem conforto térmico e acústico — a especificação é a seguinte: placa de Cool Lite KNT 155 4 mm + PVB + float incolor 6 mm. A execução do projeto ficou a cargo da Vetrus Esquadrias de Alumínio. Mais informações: www.arquiteturanacional.com.br, www.cebrace.com.br, www.linhainfinite.com e www.vetrus.com.br

Este texto foi originalmente publicado na edição 533 (maio de 2017) da revista O Vidroplano. Leia a versão digital da revista.



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters