8 dicas para manusear, carregar e descarregar o vidro com segurança - ABRAVIDRO
Vidroplano
Vidroplano


8 dicas para manusear, carregar e descarregar o vidro com segurança

08/02/2017 - 14h58

Carregar vidros é uma atividade tão comum em vidraçarias, processadoras e distribuidoras que não há nada mais para aprender sobre ela, certo? Não! A falta de cuidados nesse trabalho oferece riscos não só de quebra ou danos na mercadoria, mas principalmente de ferimentos graves. Mesmo que sua empresa nunca tenha passado por esses problemas, uma única vez é suficiente para causar estragos sérios, muitas vezes irreversíveis. Para evitar que isso aconteça, confira as instruções abaixo e nunca deixe de segui-las!

1 – Proteção em primeiro lugar!

Os responsáveis pela tarefa devem sempre usar equipamentos de proteção individual (EPIs). São eles:

– Óculos de segurança;

– Luvas anticorte;

– Mangotes anticorte;

– Bota com biqueira;

– Capacete (quando as peças forem carregadas acima da altura da cabeça).

2 – A união faz a força!

Peças de tamanho médio ou grande precisam ser carregadas por, no mínimo, duas pessoas

3 – Um passo de cada vez!

É ideal que a distância entre o espaço de estoque e transporte do vidro seja a menor possível. Na hora de projetar os espaços em sua empresa, leve isso em consideração.

4 – Juntinhos, mas nem tanto!

Na hora de colocar os vidros no estoque ou em carretas, use intercalários (como papelão ou plástico bolha) entre a superfície de um vidro e a de outro, para evitar o contato direto entre elas, assim como em seus cantos e bordas.

5 – Para o alto e avante!

As peças de vidro devem ser transportadas sempre na vertical. Furos e recortes devem estar voltados para cima. Outro ponto importante: primeiro, devem ser colocadas as peças maiores, depois, as médias e, por fim, as pequenas.

6 – Na horizontal, jamais!

Nunca – vamos repetir, nunca! – carregue nem coloque os vidros na horizontal (deitados) na caçamba do veículo de transporte.

7 – Seguro morreu de velho!

Os vidros precisam ser travados nos cavaletes (amarrados com cordas, por exemplo). Além disso, os próprios cavaletes devem ser fixados, usando cinta com travas ou outros métodos.

8 – Sem improvisos!

Não use, por exemplo, tábuas como rampa para os funcionários carregarem ou descarregaram os vidros, pois elas oferecem risco de queda. Siga nossas sugestões e boa entrega!

Outras dicas de especialistas para o manuseio e transporte de vidros podem ser encontradas na edição nº 497 de O Vidroplanoclique aqui para acessá-la!



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters