Vidroplano
Vidroplano

Vidro é destaque em série de arquitetura da BBC

Postado em 28/02/2020 às 3:28

serie-netflix

Para quem gosta de seriados e de arquitetura, aqui vai uma dica: As casas mais extraordinárias do mundo, produção original da BBC, está disponível na Netflix. O vidro é um dos materiais que mais se destacam nas construções.

O emprego do adjetivo “extraordinário” se explica pela localização pouco convencional das residências destacadas na série — ou pelo formato que desafia a nossa percepção.

Com duas temporadas, a produção é apresentada pelo arquiteto renomado Piers Taylor e a atriz Carolina Quentin. Os episódios da primeira temporada são divididos de acordo com a geografia da região em que a obra está localizada — montanha, litoral, floresta e subterrâneo. Já na segunda temporada, os produtores optaram por dividir os episódios por países.

A seguir, ressaltamos quatro projetos em que o vidro foi o protagonista. Confira!

1. The Wall House
Localizada na cidade de Cascais, em Portugal, a casa foi projetada pelo escritório de arquitetura Guedes Cruz.

Paredes de vidro que abrem e fecham automaticamente são os destaques da casa.

Outro elemento que chama atenção é a piscina de vidro. Na verdade, a residência conta com duas, uma no térreo e outra no andar superior. A luz atravessa o vidro do chão da piscina do andar superior e atinge a segunda, criando um efeito visual de encher os olhos.

Ao todo, são 1.100 m² de área construída.

piscinas

2. Tower House
O formato da Tower House é, sem dúvida, o mais inusitado de todas as casas da série: um bloco vertical “atravessa” outro bloco horizontal.

A casa de férias, projetada pelo escritório Gluck + Architects, está em Siracusa, nos Estados Unidos, nas montanhas Catskill.

Segundo o arquiteto responsável pelo projeto, a escolha do formato inusitado se deu pelo desejo de fazer com que a obra ocupasse o mínimo de área possível, diminuindo, assim, o impacto da construção na natureza.

Durante o desenvolvimento do projeto, o vidro mostrou-se como o material mais adequado para compor alguns elementos. Ele foi utilizado na fachada e na escada, possibilitando uma vista espetacular das montanhas e do lago.

casa-torre

3. Casa de Hiroshima
Se você gosta da infraestrutura que os grandes centros urbanos oferecem, mas não quer abrir mão da tranquilidade e do silêncio, esse, com certeza, será o seu episódio preferido.

O projeto do escritório de arquitetura Hiroshi Nakamura parece uma obra de arte.

Erguida em Hiroshima, no Japão, a casa está entre dois grandes prédios e se destaca pela fachada composta por seiscentos tijolos de vidro. Ao receber os raios solares, o material cria um efeito óptico de padrões de cores diferenciados.

Além de criar um espetáculo visual, o vidro também cumpre o papel de vedar os sons da rua movimentada do centro da cidade.

casa-de-hiroshima-blog

4. Casa de vidro e concreto
Vista de cima essa construção mais parece uma montagem com blocos de lego.

Localizada em Etajima, no Japão, um muro de blocos de concreto circunda a construção principal. A estrutura de concreto cumpre o papel de proteger o imóvel dos ventos, da luz e da vegetação local. Mas engana-se quem pensa que se trata de uma construção rústica. O vidro utilizado em diversos ambientes e nas paredes dá um ar de elegância à obra.

Com 104 m² de área construída, ela foi projetada pelo escritório Naf Architect & Design.

casa-cercada

 

Confira as imagens a seguir!

Confira as fotos a seguir!

Marcadores: Arquitetura

Comentários via Facebook

Comentários via Blog

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters