Como aprender com a concorrência? - ABRAVIDRO
Vidroplano
Vidroplano

Como aprender com a concorrência?

20/07/2018 - 13h00

Escrito por Flávio Ítavo

Deixar de aprender com o que está ao redor é um erro primordial. Uma das competências básicas de gestão está em aprender com a concorrência.

O nome disso é benchmarking, processo pelo qual se estabelecem parâmetros, com base nos concorrentes, que permitem traçar metas e planejar ações. Entre as pequenas e médias empresas, há uma defasagem nesse quesito. Mesmo assim, dá para todas estarem atentas ao assunto, basta focar em quatro frentes:

Benchmarking estratégico
Buscar conhecimento das posições competitivas de sua empresa em relação ao mercado/concorrência;

Benchmarking de práticas aplicadas
Analisar competências relacionadas à eficiência da produção e lead time (ciclo produtivo). Se sua empresa não consegue estabelecer uma cultura de produtividade, custos e prazos que se encontre dentro daquilo que o mercado exige, você logo estará fora do negócio;

Benchmarking financeiro
Comparar o desempenho financeiro de sua companhia com o dos outros. A maior dificuldade aqui está no fato de que boa parte das empresas pequenas e médias, ao contrário das grandes de capital aberto, não divulga dados como esses. Entretanto, com profissionais e recursos adequados, é possível apurar informações para o estudo;

Benchmarking de índices de satisfação do consumidor
Saber quem é a empresa líder do mercado em satisfação do cliente e posicionar os objetivos de sua empresa acima desses patamares. Você nunca errará atingindo os melhores índices de satisfação dos consumidores. Uma dica para empresas pequenas, que não possuem verbas destinadas para pesquisas desse tipo: acompanhe o índice inverso, ou seja, os números e índices de reclamações dos concorrentes. Essas são informações fáceis de serem conseguidas na Internet, por exemplo. A partir daí, tenha certeza de que os seus números sejam muito menores que os deles.

flavioitalo cópiaFlávio Ítavo
Executivo com experiência em empresas multinacionais e nacionais de grande porte. É um dos maiores especialistas em turnaround no Brasil, focando seus esforços na recuperação de grandes empresas e readequação aos novos tempos do mercado.

Este texto foi originalmente publicado na edição 547 (julho de 2018) da revista O Vidroplano. Leia a versão digital da revista.



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters