Vidroplano
Vidroplano


Dia Mundial da Normalização: como são feitas as normas do setor

14/10/2021 - 10h15

Neste 14 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Normalização.  A data, instituída em 1970, é uma forma de reconhecer o trabalho daqueles que dedicam seu tempo e conhecimento na produção de normas técnicas indispensáveis para o desenvolvimento de produtos, processos e serviços seguros e de qualidade.

Desde 1998, a Abravidro é a responsável pelo desenvolvimento e atualização das normas técnicas vidreiras por meio do Comitê Brasileiro de Vidros Planos, o ABNT/CB-37, ligado à Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A entidade organiza e conduz as reuniões do comitê, abertas a todo o mercado: mesmo antes do período pandêmico, os encontros eram realizados presencialmente e à distância, via videoconferência, com o objetivo de fomentar a participação dos interessados e enriquecer o debate.

Hoje, no acervo do ABNT/CB-37, existem 37 normas publicadas envolvendo o vidro. Neste momento, o comitê trabalha na revisão de duas normas, a ABNT NBR 14697 – Vidro Laminado e a ABNT NBR 14698 – Vidro Temperado,  e também na produção de um texto técnico, o ISO 9050:2003 – Glass in building — Determination of light transmittance, solar direct transmittance, total solar energy transmittance, ultraviolet transmittance and related glazing factors (o conteúdo está em processo de tradução para se tornar uma norma brasileira).

Processo democrático e transparente
Para a elaboração das normas técnicas, é formada uma comissão de estudos composta por representantes das partes interessadas. Após a discussão e aprovação por consenso do texto, o projeto é submetido à análise da sociedade por intermédio do processo de consulta nacional. As sugestões ou objeções técnicas apresentadas durante esse processo são analisadas e consideradas pela comissão de estudo, antes de o projeto de norma ser aprovado para publicação como norma brasileira pela ABNT.

Ou seja, trata-se de um processo democrático, baseado no diálogo.

A importância da normalização
Além da segurança e da garantia de um padrão de qualidade, as normas técnicas são importantes instrumentos que objetivam:

Padronizar — Simplificar e reduzir procedimentos para a elaboração de produtos e realizações de serviços.

Comunicar — Proporcionar meios eficientes para a troca de informações entre produtores e consumidores, melhorando a confiabilidade das relações comerciais e de serviços.

Economizar — Reduzir custos dos produtos e serviços, proporcionando ao consumidor e ao produtor melhores condições de mercado.

Proteger — Propiciar segurança e condições adequadas de saúde ao ser humano.

Eliminar barreiras comerciais — Evitar a existência de legislação conflitante sobre produtos e serviços em diferentes países, facilitando assim o intercâmbio comercial. A normalização é ainda um excelente argumento para vendas ao mercado internacional, como também para regular a importação de produtos que não estejam em conformidade com as normas do país importador.

Para ajudar a formular as normas vidreiras, acesse a agenda com as datas das próximas reuniões. Todos podem participar! Confira também as normas vigentes e os projetos que estão em andamento.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
 



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters