Vidroplano
Vidroplano


Dicas essenciais para manusear, carregar e descarregar o vidro!

06/06/2019 - 12h23

O trabalho com o vidro requer cuidado e atenção, seja na hora de levar as peças de um lugar a outro ou mesmo para manuseá-las. Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial para você que desempenha essa atividade. Vamos lá!

1. Proteção, sempre!

via GIPHY

Os responsáveis pelo manuseio, carregamento ou transporte devem sempre usar equipamentos de proteção individual (EPIs). São eles:
– Óculos de segurança;
– Luvas anticorte;
– Mangotes anticorte;
– Bota com biqueira;
– Capacete (quando as peças forem carregadas acima da altura da cabeça).

2. Hora de carregar!

via GIPHY

Nesse momento, peças de tamanho médio ou grande precisam ser carregadas por, no mínimo, duas pessoas. Vale ressaltar que, de acordo com as regras da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o peso máximo que pode ser carregado por um trabalhador é de 60 kg – e o recomendável é que cargas com peso acima de 18 kg não sejam carregadas com frequência pela mesma pessoa.

3. Vidro sempre protegido

via GIPHY

Na hora de colocar os vidros no estoque ou no veículo de transporte, use intercalários (como papelão ou plástico bolha) entre a superfície de um vidro e a de outro. Essa prática evita o contato direto.

4. Sempre em pé

via GIPHY

Os vidros devem ser carregados no veículo de transporte sempre em pé, por ordem decrescente de tamanho: as maiores peças ficam encostadas no cavalete; em seguida, vêm os vidros médios; e por último, os menores. Eles devem ser muito bem travados e amarrados da forma apropriada. Para mais informações, acesse: http://bit.ly/transporte-de-vidros

5. Atenção à amarração

via GIPHY

Segundo a Resolução Nº 552 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a fixação do cavalete à carroceria do veículo deve ser feita com cintas têxteis, presas a pontos de amarração na parte metálica da carroceria ou no próprio chassi. Além disso, se a carroceria do veículo for aberta e houver espaço entre a carga e as guardas laterais, as cintas só podem ser presas a pontos de fixação que estejam do lado interno.

Já na hora de amarrar os vidros nos cavaletes ou para prender lonas de proteção sobre a carga, o uso das cordas está liberado! Antes, verifique se elas estão bem-conservadas.

6. Sem improvisos!

via GIPHY

Não use, por exemplo, tábuas como rampa para os funcionários carregarem ou descarregaram os vidros: elas oferecem risco de queda.

7. No trânsito, atenção redobrada!
No transporte, além de atenção redobrada com a velocidade, buracos, lombadas e curvas, é importante planejar a rota que será percorrida. Assim sua empresa se previne com relação a limitações de altura e largura nos locais em que o veículo passará, evitando surpresas desagradáveis.

Veja a seguir o vídeo completo:

Outras dicas de especialistas para o manuseio e transporte de vidros podem ser encontradas na edição nº 497 de O Vidroplano — clique aqui para acessá-la!



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters