Presidenciáveis debatem construção civil - ABRAVIDRO
Vidroplano
Vidroplano


Presidenciáveis debatem construção civil

09/08/2018 - 11h51

A Coalizão pela Construção — grupo formado por 26 entidades da indústria da construção civil, incluindo a Abravidro — apresentou a agenda estratégica desse setor para os candidatos à presidência da República em encontro especial. Chamado de “O Futuro do Brasil na Visão dos Presidenciáveis 2018”, o evento foi organizado em Brasília, na última segunda-feira, pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Na oportunidade, Marina Silva (Rede Sustentabilidade), Geraldo Alckmin (PSDB), Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e Henrique Meirelles (MDB) revelaram suas ideias e propostas para a recuperação do setor.

Importância do estímulo ao mercado
Durante o evento, José Carlos Martins, presidente da CBIC e porta-voz da Coalizão, comentou a importância da criação de programas de estímulo à construção por parte do governo nacional, citando o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), de 2006, e o Programa Minha Casa Minha Vida, de 2009. Em 2014, por exemplo, o setor alcançou 3,09 milhões de empregos.

No entanto, 980 mil empregos diretos e indiretos foram perdidos de lá pra cá. “Para termos um crescimento de 4% da economia seria necessário investir 5% do Produto Interno Bruto (PIB). Porém, em 2017, tivermos apenas 1,4% do PIB. Ou seja, deixamos de criar 1,7 milhão de empregos diretos e 960 mil indiretos”, afirmou Martins, acrescentando: “Não estamos pedindo absolutamente nada ao governo. O que precisamos é de segurança jurídica”.

A vez dos candidatos
Os presidenciáveis também falaram. Marina Silva (Rede Sustentabilidade) disse que irá ampliar a proporção de investimento no setor de infraestrutura, passando dos atuais 2% do PIB para, pelo menos, 4%. Sobre licenciamentos ambientais, irá reforçar os mecanismos vigentes para dar agilidade aos processos.

Para Geraldo Alckmin (PSDB), a solução para o Brasil voltar a ter competitividade é diminuir a interferência do governo na atuação empresarial. “Nossa ideia é estimular a atividade empreendedora para destravar a economia.” A vice-presidente da CBIC, Maria Elizabeth Cacho do Nascimento, sugeriu a criação de um conselho consultivo da construção civil, o que foi acatado por Alckmin.

Álvaro Dias (Podemos) também anunciou que terá um conselho consultivo para ouvir o setor. Segundo o candidato, o ajuste fiscal deve ser acompanhado por crescimento econômico. Isso reforça a necessidade de segurança jurídica e do combate à corrupção, melhorando o ambiente de negócio e simplificando o modelo de tributação.

Ciro Gomes (PDT) defendeu a importância do setor para a reviravolta econômica do País. Segundo ele, a construção civil sempre responde aos estímulos do governo, criando emprego e gerando renda de forma rápida e a custos baixos. “Precisamos diminuir despesa e aumentar a receita. E, com o setor da construção civil, isso é possível”, disse o candidato.

Por fim, Henrique Meirelles (MDB) garantiu que o setor privado será incorporado aos debates e planejamentos para novos investimentos. Citou ainda o Programa Brasil Integrado, projeto de infraestrutura urbana, interurbana e de longa distância que irá retomar mais de 7 mil obras paralisadas ou andando lentamente.

Integrantes da Coalizão pela Construção
Associação Brasileira da Construção Metálica (Abcem)
Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (ABCIC)
Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (Abcon)
Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP)
Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutu­ral (Abece)
Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer)
Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux)
Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos (Abimaq)
Associação da Indústria de Madeira Processada Mecani­camente (Abimci)
Associação Brasileira da Indústria Materiais de Construção (Abramat)
Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Abravidro)
Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal)
Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco)
Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfa­cer)
Associação Nacional da Indústria Cerâmica (Anicer)
Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (As­BEA)
Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA)
Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC)
Associação Brasileira do Drywall (Drywall)
Federação Nacional dos Pequenos Construtores (FENAPC)
Instituto Aço Brasil Instituto de Engenharia de São Paulo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC)
Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon)
Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Enge­nharia Consultiva (Sinaenco)
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP)



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters