ABNT / CB-37

Português Espanhol Inglês Espanhol Image Map

Desde 1998, a Abravidro é a responsável pelo desenvolvimento e atualização de normas técnicas de vidros planos por meio do Comitê Brasileiro de Vidros Planos, o ABNT/CB-­37, sediado na própria entidade.

A Abravidro organiza e conduz as reuniões da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Entidade membro da ISO, a ABNT é o órgão responsável pela normalização técnica no País.

As iniciativas da Abravidro com relação à normalização estendem­-se ao Mercosul, sendo responsável pela secretaria ­técnica do Comitê Setorial Mercosul de Vidros Planos (CSM 21). Esse trabalho conta com a participação das outras câmaras do vidro e organismos de normalização dos países membros do bloco.

Objetivos da normalização

Padronização — Simplificar e reduzir procedimentos para a elaboração de produtos e realizações de serviços.

Comunicação — Proporcionar meios eficientes para a troca de informações entre produtores e consumidores, melhorando a confiabilidade das relações comerciais e de serviços.

Economia — Reduzir custos dos produtos e serviços, proporcionando ao consumidor e ao produtor melhores condições de mercado.

Proteção — Propiciar segurança e condições adequadas de saúde ao ser humano.

Qualidade ao consumidor — Disponibilizar à sociedade a possibilidade de aferir a qualidade de produtos e serviços.

Eliminação de barreiras comerciais — Evitar a existência de legislação conflitante sobre produtos e serviços em diferentes países, facilitando assim o intercâmbio comercial. A normalização é ainda um excelente argumento para vendas ao mercado internacional, como também para regular a importação de produtos que não estejam em conformidade com as normas do país importador.

Como as normas técnicas do vidro são elaboradas

É formada uma comissão de estudo com representantes das partes interessadas. Após a discussão e aprovação por consenso, o projeto é submetido à análise da sociedade por intermédio do processo de consulta pública. As sugestões ou objeções técnicas apresentadas durante esse processo são analisadas e consideradas pela comissão de estudo, antes de o projeto de norma ser aprovado para publicação como norma brasileira pela ABNT.

Para adquirir as normas técnicas, acesse o site da ABNT.



Newsletter

Cadastre-se aqui para receber nossas newsletters